Quarta, 26 Novembro 2014 15:56

Juraci Martins Prefeito de Rio Verde fala das potencialidades de seu Município

26/11/2014   -    Prefeito Juraci Martins de Oliveira 

Economia de Rio Verde cresce 14% ao ano, o dobro da chinesa.

Prefeito de Rio Verde destaca as potencialidades do agronegócio da região Sudoeste do Estado e faz um balanço das obras realizadas e em execução

Oníria Guimarães 

O prefeito Juraci Martins (PSD), em entrevista ao DM, abordou as potencialidades do município de Rio Verde, fez um balanço das obras em execução e manifestou seu otimismo em relação aos dois anos restantes de mandato.

"Rio Verde tem uma localização privilegiada, terras férteis e um clima propício para a agricultura, com isso nos tornamos referência no agronegócio, sendo os maiores produtores de grãos e tendo o terceiro maior rebanho do Estado. Nossa economia cresce 14% ao ano, o dobro da economia chinesa, o que tem atraído grandes empresas para a cidade."

Juraci Martins fala, com entusiasmo, sobre os feitos de sua gestão, em Rio Verde: conclusão de obras como a Biblioteca Municipal, Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), Centro Poliesportivo do Canaã, as casas do Residencial Nilson Veloso I, Parque Ecológico, as pontes do Parque Betel e da Vila Menezes, a Rodoviária. "Investimos também mais de 12 milhões em recapeamento da malha asfáltica do município e dos Distritos de Lagoa do Bauzinho, Ouroana e Riverlândia e 5 milhões em redes pluviais. Na Zona Rural mais de 2.500km de estradas vicinais foram reformadas e a construção de três novas pontes de concreto."

Diário da Manhã - Quais as obras que a prefeitura conseguiu entregar esse ano?

Juraci Martins - A administração municipal tem trabalhado muito no objetivo de melhorar a qualidade de vida do rio-verdense. Desde o início da nossa administração temos pensado nas obras que irão fazer a diferença na vida da população. Esse ano tivemos a conclusão de obras importantes como a Biblioteca Municipal, Centro de Especialidades Odontológicas (CEO), Centro Poliesportivo do Canaã, as casas do Residencial Nilson Veloso I, Parque Ecológico, as pontes do Parque Betel e da Vila Menezes, a Rodoviária. Investimos também mais de 12 milhões em recapeamento da malha asfáltica do município e dos Distritos de Lagoa do Bauzinho, Ouroana e Riverlândia e 5 milhões em redes pluviais. Na Zona Rural mais de 2.500km de estradas vicinais foram reformadas e a construção de três novas pontes de concreto. Mas nossa administração não está focada apenas nas obras, temos 10 novos caminhões realizando a coleta de lixo e a aquisição 9 ambulâncias, a revitalização de canteiros centrais de avenidas e praças e a doação de mudas de árvores, totalizando 11mil mudas que irão  contribuir para melhoria da arborização na cidade, o que irá beneficiar o meio ambiente. A implantação das 30 câmeras de videomonitoramento também foi um investimento importante para melhor a segurança, com elas já estamos percebendo uma redução no número de assaltos e um aumento nas prisões de todas as espécies.

A obra mais importante da nossa administração é o investimento no ser humano e a qualificação de mão de obra, a média das escolas municipais no Ideb é de 6.8 maior que a média do Estado e do País. Os investimentos na área social são uma preocupação da administração, jovens são atendidos com os programas Curso Pré-vestibular, Telecentro, Bolsa Futuro, Pró-Jovem Urbano, Internet para todos e Contra Turno, além de atividades como hip hop, malabarismo, circo, capoeira e demais artes marciais. A Secretaria de Assistência Social beneficia 20 mil famílias por ano, mais de R$5 milhões são investidos em Bolsa Universitária e R$6 milhões em convênios com instituições filantrópicas do município. Rio Verde se tornou referência em Assistência Social e tivemos 3 programas premiados em eventos nacionais.

DM - O que o município pode dizer sobre as creches em construção? Como está o andamento dessas obras?

Juraci Martins - A construção das creches está em andamento, todas já foram licitadas e estão seguindo o cronograma estipulado. A Secretaria de Infraestrutura e Desenvolvimento Urbano está fiscalizando, estamos em fase adiantada das obras e a conclusão está prevista para o próximo ano.

DM - Até o final do ano, o município tem obras em vista?

Juraci Martins - Temos muitas obras prontas que serão entregues em breve para a população, como as casas do Residencial Nilson Veloso II, o Centro de Esporte e Cultura (CEU'S) no bairro Céu Azul, a Avenida 1 entre a Avenida 25 com a Avenida Presidente Vargas, que liga a região sudoeste e oeste e em fase adiantada temos a construção da canalização do Córrego Barrinha, da nova sede do Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas), do Centro Esportivo do Bairro Gameleira, e do mini anel viário, teremos também a entrega de mais 5 pontes de concreto na Zona Rural. Estamos fazendo a recuperação do córrego do sapo, a ampliação e reforma do Albergue Municipal, a reforma do Centro de Convivência ao Idoso (Conviver), da Praça da Morada do Sol e a revitalização da orla do Residencial Dona Gercina. Para o próximo ano teremos a reforma do aeroporto, essa obra já está licitada, será um investimento de 20 milhões de reais, a ampliação e reforma do Hospital Municipal que deverá ser licitada nos próximos dias, a instalação de mais 30 câmeras de videomonitoramento e a complementação do recapeamento da malha asfáltica dos bairros da cidade que ainda não receberam o benefício, um investimento de mais de R$12 milhões de reais. As obras de construção da creche em parceria com a BRF está em fase adiantada e também recebemos a Unidade Regional da Polícia Florestal que terá sede na Vila Mariana.

DM - Em que fase se encontra o projeto de construir o Hospital Materno Infantil em Rio Verde? Quanto será o investimento dessa obra?

Juraci Martins - A construção do Hospital Materno Infantil já foi iniciada e por causa do período eleitoral o recurso repassado foi apenas para a terraplanagem do terreno, agora com o fim do período eleitoral os recursos serão novamente enviados e a obra seguirá o planejamento com término previsto para 2016.

DM - Com o tempo seco e quente nos últimos meses, faltou água em vários bairros de Rio Verde. Como a prefeitura pode viabilizar esforços para aumentar a capacidade de abastecimento de água na cidade com a meta de evitar maiores problemas?

Juraci Martins - Rio Verde desenvolveu muito nos últimos anos, a cidade cresceu e o sistema de captação de água ainda é antigo e hoje já enfrentamos dificuldades com a distribuição de água, estamos trabalhando para uma nova central de abastecimento, com a canalização do Rio Verdinho. Mas também é preciso fazer um trabalho de conscientização com a população, o planeta passa por uma redução considerável nos reservatórios de água, apesar de o Brasil possuir recursos hídricos abundantes, eles não são infinitos, a população precisa ter mais responsabilidade e consumir água de forma consciente.

DM - Pode-se dizer que a obra do Parque Ecológico está praticamente pronta ou ainda faltam alguns ajustes? Porque o município demorou a entregar essa obra?

Juraci Martins - A obra do Parque Ecológico está pronta, e inclusive a população já está usufruindo, por dia cerca de 500 pessoas passam por ali para a prática de exercícios físicos ou mesmo para o lazer.

DM - Em que pé está a obra do lago no Residencial Interlagos?

Juraci Martins - A obra do lago foi dividida em etapas, a que foi firmada em parceria com o governo federal já foi concluída, fizemos um aditivo para a construção de uma pista de skate que está quase pronta, contratamos uma empresa para fazer a revitalização do paisagismo.

DM - Como a reeleição de Heuler Cruvinel e a vitória de Lissauer Vieira podem ajudar a administração do município?

Juraci Martins - Rio Verde se fortaleceu muito com a eleição dos dois deputados e a votação expressiva do governador Marconi Perillo. Ter representação no governo estadual e federal será importante para a obtenção de verbas e também articulação política que será essencial para pleitear obras e recursos que irão beneficiar a região.

DM - Muitos reclamam da falta de remédios para entregar aos pacientes da rede pública de saúde em Rio Verde. O que o senhor pode dizer sobre isso?

Juraci Martins - Realmente passamos por problemas nos últimos dias em decorrência de dois fatores, a Anvisa realizou o cadastramento dos laboratórios e a maioria alega de não ter tido tempo hábil para enviar a documentação e em consequência disso diversos medicamentos foram retirados do mercado, outro empecilho que encontramos foi com as empresas que venceram o processo licitatório, ao serem chamadas para a entrega dos medicamentos, essas empresas não tinham condições, sendo necessário o departamento tomar as medidas cabíveis chamando os demais colocados para assumirem o compromisso. Todos esses contratempos já foram solucionados e agora gradualmente os medicamentos estão chegando. Dentro de poucos dias a situação estará normalizada.

DM - A oposição critica que o município arrecada mais de R$40 milhões, mas não vê grandes obras por meio de recursos municipais. Qual é a explicação da prefeitura para esse argumento?

Juraci Martins - A oposição está fazendo o trabalho dela, mas é preciso reconhecer que hoje fazemos os repasses constitucionais de 6% para a Câmara de Vereadores, para a saúde de 16,5% e para a educação de 26,5% mais que o estabelecido por lei. Grande parte das obras federais e estaduais tem contrapartida do município e também utilizamos a arrecadação para a manutenção dos prédios municipais e o pagamento da folha de pagamento dos fornecedores e servidores, as contas do município estão todas em dia. Muitos investimentos são feitos com recursos próprios da Prefeitura, este ano mesmo a Biblioteca, o recapeamento, além de melhorias em todas as áreas. Estamos fazendo nosso papel, investindo em nossa cidade e em nossas famílias.

DM - Quais as principais modificações no trânsito previstas em Rio Verde para ajudar a melhorar o fluxo de veículos na cidade?

Juraci Martins - Rio Verde cresceu muito e com isso a frota de carros nas ruas da cidade também. É preciso melhorar a infraestrutura da malha urbana, nossos esforços estão concentrados na abertura de vias de grande fluxo que irá reduzir o trânsito das vias menores, um exemplo é a continuação da Avenida 1 que faz a ligação da Avenida 25 com a Avenida Presidente Vargas. A conclusão das obras de canalização do córrego do sapo e do mini anel viário também servirão para desafogar o trânsito nas principais regiões que enfrentam problemas. O Governo do Estado está fazendo o anel viário entre a BR-060 e a GO-174 que irá reduzir o tráfego de caminhões na cidade. Quero ressaltar que a Agência Municipal de Trânsito tem trabalhado incansavelmente procurando soluções para sempre melhorar nossas condições de trafegabilidade.

DM - Qual a vocação de Rio Verde?

Juraci Martins - Rio Verde tem uma localização privilegiada, terras férteis e um clima propício para a agricultura, com isso nos tornamos referência no agronegócio, sendo os maiores produtores de grãos e tendo o terceiro maior rebanho do Estado. Nossa economia cresce 14% ao ano, o dobro da economia chinesa, o que tem atraído grandes empresas para a cidade. Nossa administração tem investido muito em infraestrutura para dar suporte a todo esse crescimento, mas essa não é nossa única preocupação, os investimentos em ações sociais e na qualificação profissional também é uma realidade, e o resultado disso é que transformamos nossa cidade em referência nacional no agronegócio, na educação e assistência social, e estamos atraindo investimentos e trabalhando para construir uma sociedade mais justa, com geração de empregos e oportunidades a quem aqui nasceu e a quem escolheu Rio Verde para viver.

“Rio Verde tem uma localização privilegiada, terras férteis e um clima propício para a agricultura, com isso nos tornamos referência no agronegócio”
“Rio Verde se fortaleceu muito com a eleição dos dois deputados e a votação expressiva do governador Marconi Perillo”
“Desde o início da nossa administração, temos pensado nas obras que irão fazer a diferença na vida da população”


Fonte: http://www.dm.com.br/